Escrita Criativa – O Ponto de Partida (txt)

Escrita Criativa

O Ponto de Partida

 por Lu Ain-Zaila (Luciene)

Download em pdf

Guarde esse conselho como um mantra…

O PENSAMENTO NÃO É LINEAR, O MEIO PODE VIR ANTES DO INÍCIO, O FINAL ANTES DO MEIO, ENFIM… NÃO IMPORTA, APENAS AGARRE A PARTE DA IDEIA À SUA FRENTE E TRABALHE NELA, A ORDEM VIRÁ…

Esse é um pensamento real, te digo com toda a certeza porque este artigo foi escrito assim, o meio veio antes e lá na frente senti que precisava dizer algo antes do final, em tese.

Algumas verdades precisam ser ditas para quem acredita que o imediatismo é o caminho, não é… o Brasil não está entre os 20 melhores em vários campos: a literatura, a tecnologia, o discurso administrativo, etc. de coisas que se desmancham pela fragilidade de sua base.
Lembra aquela frase dita pelos seus pais e/ou quem te criou ou outra pessoa que diz “A única coisa que é sua é o estudo, o conhecimento, o resto vem e vai. ”

É por aí mesmo, o que é nosso é o conhecimento, o que aprendemos e adquirimos como experiência de vida. O resto vai e vem, muda e se transforma e não há o que se fazer quanto a isso, mas não é nem um pouco ruim, apenas uma realidade com a qual você precisa lidar e se adaptar, a mudança vem e novas possibilidades também.

Outra verdade, uma boa ideia vem de muito estudo e conhecimento adquirido. Sabe aquele momento que você tem uma ideia ou olha para algo e… É isso!

Nesse meio segundo, o seu cérebro avaliou a possibilidade de fazer algo mais com aquilo, rápido e ligeiro, revirou as gavetas da sua mente e fez a sua boca dizer… É isso!

Mas quem disse que ele viu tudo? Ele analisou o desejo, o seu interesse, mas colocar isso para fora é outra coisa, demanda mais empenho, leitura, dedicação e é aí que a coisa muda de figura.

IMEDIATISMO NÃO COMBINA COM ORIGINALIDADE.

COPISMO NÃO COMBINA COM CRIATIVIDADE.

PREGUIÇA NÃO COMBINA COM O PRIMEIRO PASSO.

Posso te contar uma coisa? A primeira ideia da Duologia Brasil 2408 sofreu um revés total de ambiente. Eu inicialmente estava pensando em algo nuclear mudando tudo, mas empaquei, li materiais e empaquei e foi aí que me dei conta de que EU não tinha talento para esse ponto de vista, parei e comecei a pensar, riscar o que eu conhecia e vi que o ambiente natural mudando era a minha praia, pois sempre presto atenção nisso, indo de caçadores de tornados às possibilidades de um mundo imerso em água. Fico aqui da minha janela analisando as nuvens da Serra do Vulcão, baixada fluminense do Rio de Janeiro, o tempo isso, o tempo aquilo e vi que meu talento tinha outro norte (linha de criatividade).

E 2408 não foi o primeiro número que pensei. Várias mudanças ocorreram porque estava disposta a ir onde a estória me levasse, pois algo novo demanda desapego e coragem para caminhar em novas e desconhecidas rotas e abracei essa realidade e gosto muito do que consegui. Óbvio que outras mudanças vieram, abri mão de conteúdos já escritos e outros surgiram para deixar tudo melhor, se não no todo, em parte e daí vamos adiante.

Eu sempre quis escrever, mas a vida vai empurrando e vamos falar a verdade, o meio literário brasileiro há 20 anos não era lá essas coisas, melhorou muito, mas peca, analiso eu em tentar repetir estórias consagradas com versões brasilis, elas podem existir, mas ocupar o mercado é um problema, pois trata-se do mesmo público de consumo e isso desgasta rapidamente, mas outro dia falamos nisso.

A IDEIA

Pode parecer clichê, mas o ponto de partida é… ter uma ideia.

Sim, isso pode parecer “mais do mesmo”, mas quem disse que ter uma “ideia” em si vai ser o seu resultado/projeto final? Acredite, ela é só um vislumbre de tudo o que você ainda vai fazer, apenas o primeiro passo.

É como estar numa calçada toda quebrada e querendo chegar ao outro lado, logo tudo começa com o primeiro passo, mas o próximo pode ser em qualquer direção, não significa que você está mudando o seu objetivo e sim que está buscando caminhos para chegar até o outro lado.

Escrever não é fácil, cada vez mais temos aberto mão de escrever e ler conteúdos sem obrigatoriedade, aqueles de puro interesse ao conhecimento e trocando informações por ti-ti-ti que não vai levar o seu cérebro a lugar nenhum, na verdade vai sim, levá-lo a lugar nenhum, literalmente…

Vocês já ouviram falar de como o nosso cérebro processa as informações, como ele as separa, como ele define o importante e o irrelevante?

O irrelevante pode ficar até um pouco mais de tempo na sua cabeça, mas não vai demorar para ele te dizer adeus e você vai ficar com aquela sensação de… o que era mesmo e… deixa para lá e… acabou, sobrou o importante, mas é aqui que pergunto a você, sinceramente…

VOCÊ JÁ PAROU PARA AVALIAR A SUA ÚLTIMA SEMANA DE FATOS? DO QUE VOCÊ SE LEMBRA? TE DESAFIO A FAZER UMA LISTA, RESGATANDO O QUE VOCÊ LEMBRA DE RELEVANTE E IRRELEVANTE TAMBÉM. PODE COMEÇAR…

SERÁ A NOSSA PRIMEIRA ATIVIDADE DE
DESTRAVAMENTO.

 

Será a nossa primeira atividade de destravamento.

Eu não sei se você percebeu, mas eu gosto de (…) reticências para alongar aquela última ideia, palavra e para fazer uma pausa no pensamento escrito. Eu funciono assim, escrevendo o pensamento e apontando tópicos para esticar ou riscar depois.

Cada um tem o seu jeito e o meu não é o vídeo, que funciona mais como uma ferramenta informativa rápida e muito boa, mas para a ideia final ou algo perto disso. Mas para quem quer esticar uma deia e transformá-la em algo, escrever e ler é o essencial. Se necessário, grave o seu pensamento no celular, vá falando e gravando e depois ouça, anote e descubra o quanto foi importante para o seu projeto esta ação.

E voltando ao cérebro…

Quando o apresentamos ao conhecimento relevante, caminhos novos se abrem, novas luzes de possibilidades se iluminam em nosso incrível computador orgânico e misterioso. Aquele caminho novo vai ser investigado pelo nosso subconsciente de formas inimaginadas e em algum momento ele vai ser usado para te ajudar a chegar mais rápido num propósito qualquer, mas é preciso dedicação e se abrir ao desejo do novo.

Talvez isso te tire daquela saída de sábado, mas não há nada de errado nisso, conhecimento também é diversão e quando se tem um objetivo a alcançar, por muitas vezes é necessário ter dedicação exclusiva ou o seu cérebro vai sempre ter que reiniciar o processo de aprendizagem e isso vai deixando tudo mais complicado, mas é válido parar, fechar para balanço e compreender o seu nível de maturidade para estar lidando com aquele fato, ou seja, você está pronto para se jogar de cabeça no seu projeto?

APRENDER É A FERRAMENTA ESSENCIAL PARA EMPREENDER.
Ass. Eu

O ato de pensar, falar e escrever sobre o que se quer ajuda a esmiuçar o seu objetivo, seja lá ele qual for… um livro, um vídeo, um projeto no trabalho ou pessoal, seu blog, o que for… tudo começa com o primeiro passo, pois ele vai te ajudar a insistir na abertura dos novos caminhos no seu cérebro, ajudando a resgatar em seu histórico pessoal o que está lá e o que você precisa de novo, fresco para te ajudar a chegar ao ponto final.

Antes de adentrar a primeira linha do livro fiz um arquivo de ideias de 20 páginas de pensamentos gerais e outros complementares, relacionados à personagens, lugares, espaço, mudanças, notas de pesquisa, ideias de enredo, tudo o que vinha à cabeça, sem falar nas notas de espaço no papel e cenas mais complexas, nossa…

Todo o material inicial do livro escrevi no trem e no metrô, indo e vindo do trabalho, então vou te dar uma segunda tarefa para insistir essa semana.

ANOTE TODOS OS DIAS, NA IDA E VOLTA DO TRABALHO E EM CASA, TUDO O QUE  VEM À SUA CABEÇA, SOBRE O QUE PRECISA OU ACREDITA QUE PRECISA PARA DAR O PONTAPÉ INICIAL NA SUA IDEIA. NO PAPEL OU NO CELULAR, TODOS OS DIAS.

Não há caminho fácil, entenda de uma vez por todas… Esforço diário e empenho são as ferramentas primordiais do seu projeto, a criatividade aparece para quem estiver todos os dias se esforçando para fazer algo novo.

Até o próximo domingo.

ps: Você se perguntou em algum momento por que o nome Lu Ain-Zaila?

Ena, uma heroína negra mudará tudo.
Duologia Brasil 2408
www.brasil2408.com.br

https://www.facebook.com/brasil2408/

Comentários

Comentários

comentários