App para salvar stories (Instagram) amigos e compartilhar

Sabe aquele stories de um amigo do Insta que vc quer salvar e não consegue, então, têm jeito…

Passei por isso, você recebe aquele mensagem linda, inspiradora, etc. e não consegue compartilhar, pois o Insta não tem essa funcionalidade nativa, mas tem salvação com 2 programinhas que pesquisei.
Continue Reading

E acabou a Bienal 2017: Lições e lembranças que ficam

Pois é… foram 11 dias que vivi imersa na Bienal, mas na verdade foram muitos mais e preciso contar esta experiência.

Os ganhos que se pode ter num evento como a Bienal começam meses antes, no trabalho com o seu livro, a dedicação, o esforço. Tudo o que fizer vai ser a vitrine do seu trabalho e de quem você é.

Continue Reading

Vamos falar sobre… Exposição Midiática?

Esse artigo não é nenhuma receita para se dar, pois se a mesma existisse não veríamos todos os anos uma nova técnica surgindo, quer dizer… a mesma lógica com um nome diferente e cara por demais, mas algumas coisas fazem sentido, não importa o nome dado, o um dia após o outro é sempre o melhor caminho.

Como autora independente e leitora também fico me perguntando onde posso melhorar, mudar e o que vejo acontecer e não acontecer.

Continue Reading

Quarta Literária: A África que Incomoda de Carlos Moore

Carlos Moore é uma das mentes mais importantes da atualidade quando se trata de falar de África, racismo e diáspora negra.

Continue Reading

Inspiração negra: representatividade e espelho

A-ha!!!!!

E vocês pensando… lá vem textão, hoje não, mas tem muita palavra, isso tem, mas textão não…

E em minha defesa eu só faço textão elucidativo e explicativo, por isso não falta material de download neles. E cá estou eu entre os detalhes da Bienal para sair linda, a busca por emprego, bicos e contos, este último um campo de inspiração negra de inúmeras possibilidades.

Continue Reading

Black Silence: HQ sci-fi independente, representativa e premiada

HQ de tremenda qualidade… essa é a dica de hoje.

A grosso modo é o que tenho a dizer de Black Silence da Mariana Cagnin, uma poderosa e forte HQ (história em quadrinhos) sobre pessoas, espaço e vozes.

Esta HQ existe e foi lançada através de uma campanha de financiamento coletivo no Cartase, que bateu a meta e nos deu esse trabalho muito bem feito, produzido, interessante e com representatividade e a imagem abaixo já mostra o que adoro nela.
Continue Reading

Afrofuturismo: O herói e a heroína negra tem raízes (parte 2 de 3)

Raízes…

Isso é algo muito importante quando se trata de representatividade e positivar ou negativar um imaginário.
A questão do herói ou heroína de rosto negro precisa ter passado para apresentar um presente e falar de um futuro. No afrofuturismo entramos numa nova dimensão, onde temos como obrigação construir um novo referencial e caminho para o nosso personagem.

Imaginei as pernas do Wadei (Duologia Brasil 2408) exatamente assim.
Continue Reading

Afrofuturismo: O herói e a heroína negra tem raízes (parte 1 de 3)

Afrofuturismo…

Não, não é uma palavra que combina a ideia de negros e futurismo, nem pensar… muito longe disto. O seu propósito vai além, propõe uma face negra de aspectos e ancestralidade africana e isso é sem igual.

Este é o primeiro artigo, farei um total de 3 sobre o tema: um sobre a minha obra e outro de aspectos a se repensar, como fazer na prática com exercícios de produção criativa.

Abaixo temos a imagem mais significativa do Afrofuturismo, a capa de um livro do autor americano Ytasha L. Womack’s – Afrofuturism: The World of Black Sci-Fi and Fantasy Culture (1990) que fala, explica o conceito, a filosofia, a estética, a essência e aponta inúmeros artistas em todas as áreas e épocas que fazem uso não só de elementos, mas resgatam a cultura africana e/ou afrodiaspórica dentro da sua inserção, lugar, estar e representar.
Afrodiáspora significa a condição negra fora da África, os negros e suas raízes pelo mundo.

 

Continue Reading

Avaliar é preciso…

Pois bem… demorou um pouco, mas já estava na hora de acontecer, uma boa avaliação dos rumos do livro e conteúdos produzidos pela autora, eu.

Não precisa de e-mail ou identificação, só quero a sua opinião.

Acho importante fazer isso para saber como as coisas estão caminhando e descobrir novas formas de falar com os meus leitores.

Pergunto um pouco de tudo: livro, experiência digital, interesse, preço, avaliação e por aí vai… Continue Reading