Teste Mako Mori: Estar lá não é sinônimo de presença, de fato

Não reduza esses testes a um simples sim ou não, até porque eles vão além disso, tendo como objetivo sociopolítico o questionamento dos dados ou fatos abordados, o resultado não pode ser tratado como o objetivo fim exatamente porque eles vão além disso. Continue Reading

Teste Ellen Willis: Quando a troca de gênero explicita algo mais.

E lá vamos nós para o segundo teste, o Ellen Willis, não consegui muitos dados sobre ela, apenas que é jornalista, mas independente disso vamos descobrir se mudar o “ponto de vista” deixa tudo diferente.

Esse teste consiste numa única pergunta…

 Se mudarmos o gênero da personagem, o filme
segue fazendo sentido?

É uma boa pergunta, pois como diz o ditado “pimenta nos olhos dos outros é refresco” e se formos pensar nisso, quantos filmes “ficariam estranhos” aos olhos de muita gente, pois o normal é uma mocinha gritando a todo e todo o tempo. Continue Reading

Teste Bechdel: Representatividade feminina importa sim!

Esse teste surgiu em 1985 quando a cartunista Alison Bechdel, ativista lésbica, lançou uma tira com personagens debatendo a presença feminina em filmes. De imediato você pode pensar que muitas produções passam nesse teste, mas ao tentar responder as perguntas, fica óbvio que não é bem assim. Continue Reading

Representatividade: 8 olhares que vão desnudar o seu livro

Nada melhor que começar pelo começo… os Testes de Representatividade são ferramentas há muito tempo conhecidas e utilizadas principalmente para avaliar produções cinematográficas, mas há um mundo de possibilidades e a sua essência contestadora pode ajudar em outros meios onde a representatividade ou a falta dela precisa ser trazida à luz. Continue Reading