Kindred: Sua ficção e sua realidade

Quando ouvi falar a primeira vez deste livro, lançado em 1979 da Octavia achei ele curioso, pois as traduções que consegui fazer falavam de seu uso em estudos na escolas, até comentários em sites falavam sobre ele, pessoas que o leram e comecei a pensar em seu impacto e importância para ocupar este lugar.

E para esclarecimento, só escrevo artigos com explicações dos fatos, não sigo a regra dos 3 minutos da internet, pois meu objetivo é instrução, logo é TEXTÃO.

Continue Reading

(R)Evolução: Conheçam ele por dentro

Estou feliz da vida!

A nossa segunda parte da Duologia Brasil 2408 chegou e está perfeita. No Instagram postei fotos e vídeos, mas como não registrar aqui.

E ao vivo, ainda mais.

Nos vemos na Bienal!

Duologia Brasil 2408: E ela vem pegando fogo rumo à Bienal Rio

A primeira heroína negra de uma obra ficcional futurista na categoria duologia/trilogia, na história da literatura nacional tem nome, nos representa e é o que queremos, Ena! Ena! Ena!

Geralmente eu faço post quarta e sábado, mas não deu para aguentar, eu quero apresentar para vocês, agora, a capa do livro 2 que finaliza a saga da nossa heroína Ena. É (R)Evolução!!!

Continue Reading

Quarta Literária: A África que Incomoda de Carlos Moore

Carlos Moore é uma das mentes mais importantes da atualidade quando se trata de falar de África, racismo e diáspora negra.

Continue Reading

Abril de novidades: resenha, sorteio, capítulos gratuitos e Livro Viajante no Skoob

Vamos ver…  tem resenha fresquinha, sorteio de livro, capítulos novos online e ainda Livro Viajante pelo Skoob? Esse mês de abril está bom demais!

———————-

A PRIMEIRA DUOLOGIA DE UMA HEROÍNA NEGRA NA LITERATURA DE FICÇÃO NACIONAL ESTÁ NO SKOOB.

Continue Reading

Resenha + Sorteio – (In)Verdades no Peregrinos da Noite

Olá

E abril já começou quente, pois temos SORTEIO e RESENHA novinha de (In)Verdades no Peregrinos da Noite!.

Obrigada Bruno!!!

Lá você pode ler uma avaliação dos personagens, do enredo, da desenvoltura do livro e tudo mais… Continue Reading

Teste Russo: Por uma representatividade LGBT não estereotipada

Depois de um intervalo para descanso, voltamos hoje com mais uma avaliação de representatividade, o teste Russo que analisa a  presença LGBT no cinema, mas quem disse que não pode ser utilizado na literatura?

————-

Mas que nome é esse?

O nome do teste é uma homenagem a Vitor Russo, um dos fundadores da  GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation /Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação) em 1985. Continue Reading