#JulhodasPretas tem (In)Verdades de graça na Amazon

25 de Julho
Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

ATENÇÃO

Este livro é voltado a quem consegue compreender que heróis e heroínas devem ser diversos, e exemplos para todas e todos.


Continue Reading

Duologia Brasil 2408: E ela vem pegando fogo rumo à Bienal Rio

A primeira heroína negra de uma obra ficcional futurista na categoria duologia/trilogia, na história da literatura nacional tem nome, nos representa e é o que queremos, Ena! Ena! Ena!

Geralmente eu faço post quarta e sábado, mas não deu para aguentar, eu quero apresentar para vocês, agora, a capa do livro 2 que finaliza a saga da nossa heroína Ena. É (R)Evolução!!!

Continue Reading

Vamos falar sobre… Exposição Midiática?

Esse artigo não é nenhuma receita para se dar, pois se a mesma existisse não veríamos todos os anos uma nova técnica surgindo, quer dizer… a mesma lógica com um nome diferente e cara por demais, mas algumas coisas fazem sentido, não importa o nome dado, o um dia após o outro é sempre o melhor caminho.

Como autora independente e leitora também fico me perguntando onde posso melhorar, mudar e o que vejo acontecer e não acontecer.

Continue Reading

Inspiração negra: representatividade e espelho

A-ha!!!!!

E vocês pensando… lá vem textão, hoje não, mas tem muita palavra, isso tem, mas textão não…

E em minha defesa eu só faço textão elucidativo e explicativo, por isso não falta material de download neles. E cá estou eu entre os detalhes da Bienal para sair linda, a busca por emprego, bicos e contos, este último um campo de inspiração negra de inúmeras possibilidades.

Continue Reading

Afrofuturismo: O herói e a heroína negra tem raízes (parte 1 de 3)

Afrofuturismo…

Não, não é uma palavra que combina a ideia de negros e futurismo, nem pensar… muito longe disto. O seu propósito vai além, propõe uma face negra de aspectos e ancestralidade africana e isso é sem igual.

Este é o primeiro artigo, farei um total de 3 sobre o tema: um sobre a minha obra e outro de aspectos a se repensar, como fazer na prática com exercícios de produção criativa.

Abaixo temos a imagem mais significativa do Afrofuturismo, a capa de um livro do autor americano Ytasha L. Womack’s – Afrofuturism: The World of Black Sci-Fi and Fantasy Culture (1990) que fala, explica o conceito, a filosofia, a estética, a essência e aponta inúmeros artistas em todas as áreas e épocas que fazem uso não só de elementos, mas resgatam a cultura africana e/ou afrodiaspórica dentro da sua inserção, lugar, estar e representar.
Afrodiáspora significa a condição negra fora da África, os negros e suas raízes pelo mundo.

 

Continue Reading

Infográfico de Zaila: Representatividade importa e tem versão beta 2 disponível

Olá leitoras e leitores,

Desta vez resolvi fazer algo diferente, criei um podcast básico sobre as funcionalidades do Infográfico de Zaila.

Ao ouvir você compreenderá cada planilha e como são feitos os testes.

Continue Reading

Duologia Brasil 2408 com #fretezero2408 até 21 de março!

Resolvi promover uma ação para o dia 21 de março – Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial. com uma promoção…

LIVRO + 2 MARCADORES + #fretezero2408

Leve a primeira heroína negra de uma Duologia Nacional
para casa a preço de custo:

R$32,00 + FRETE ZERO!

 

Aproveite, a promoção é válida enquanto houver estoque.

Não perca a chance, siga as instruções para a compra e boa leitura!

——

TER UM E-MAIL E CELULAR VÁLIDOS É INDISPENSÁVEL
PARA REALIZAR A COMPRA Continue Reading

Teste Duvernay: A representatividade Negra e/ou Étnica posta em xeque

Manohla Dargis, esse é o nome da critica de cinema do New York Times que em 2016 resolveu criar o Teste Duvernay, baseado no Teste Bechdel durante o Sudance Festival, evento de cinema alternativo onde foi apresentado o filme ‘The Birth of a Nation’.

O nome é uma homenagem à Ava Duvernay, diretora do filme SELMA, que se refere à histórica marcha desta cidade até Montgomery, no Alabama em prol do direito ao voto dos negros.

Continue Reading